Meu Perfil
BRASIL, Sudeste, PRAIA GRANDE, Mulher, Cinema e vídeo, televisão
MSN -



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo


 
TVidiota


No "Furo MTV": V.N.P.D.S.S.

Uma ótima pedida para quem está cansado da mesmice das tvs é curtir a MTV. Quando quero me distrair e dar boas risadas, vou para o canal. O pessoal mostra competência e criatividade. Ficou curioso com a sigla ou você já conhece?. Ahhh, é claro... 'Você Não Pode Dormir Sem Saber' é um quadro do Furo MTV, um telejornal divertido e que acaba informando mesmo. No ar diariamente das 21h30 às 22 horas. O Furo noticia verdades sim, mas com muito humor, descontração e sem censura. E as 'verdades improdutivas, inúteis, fúteis, estão no V.N.P.D.S.S. e o que é pior: muita gente curte as revistas eletrônicas, tipo TV Fama, etc, etc, que fala de celebridades. Você não pode dormir sem saber que Cristiane Torloni caminhou no calçadão esta manhã; você não pode dormir sem saber que Suzana Vieira foi ao teatro com o maridão e os netos; você não pode dormir sem saber que os atores da Globo demoram duas horas para se maquiarem; você não pode dormir sem saber que o silicone no seio é o preferido entre as artistas e finalmente, você não pode dormir sem saber que Luana Piovani fala (ou escreve?) palavrão no twitter!



Escrito por Tatiana Giulietti às 17h42
[] [envie esta mensagem] []



Datena no CQC

Somos vidiotas mesmo ou a Band está testando o Datena junto ao público do CQC? Bom, minha primeira reação foi de repúdio. Já tinha lido, claro, de dia, que Datena estaria na bancada. Mesmo assim paguei pra ver. Na realidade, pagamos mesmo pra ver os programas cheios de propaganda na televisão. Xinguei, fiquei "p" da vida, me senti palhaça e tudo o mais. Depois pensei que a direção deve estar testanto o Datena junto ao público do CQC. Datena não tem comentários. É autoritário, sensacionalista, demagogo e trata mal sua equipe. De manhã na rádio, na hora do almoço comentando futebol, à tarde agora deve pegar o lugar do Faciolli... Não tem família não??? Bom, nem a família deve aguentar ele. Pelo amor dos céus, me tira daqui!!!!! Depois falo mais, agora estou esquentada e aguardando seu comentário. Bahhh!



Escrito por Tatiana Giulietti às 23h12
[] [envie esta mensagem] []



Comentários

Muito bom receber comentários sobre o blog. A gente mata saudades de quem não vê há muito tempo e ainda recebe sugestões. Obrigada a todos! Continuem postando!



Escrito por Tatiana Giulietti às 16h13
[] [envie esta mensagem] []



O que faz a falta de formação e informação

É incrível como a formação e a informação tornam-se cada vez mais importantes na vida de nossos cidadãos. Não é difícil de se constatar isso, em todos os lugares. Todos os lugares mesmo. O "formado" e "bem informado" oprime literalmente os que não tiveram oportunidade de estudar ou tempo e dinheiro para se informar. Só um exemplo, que eu até debatia isso com meus aluninhos do "Educação e Mídia". Em uma busca de emprego, por exemplo. Duas moças são candidatas a uma vaga. Vamos a um hipotético diálogo:

Atendente: Pois não?

Candidata (vestida sobriamente, sem precisar usar roupas de marca): Vim me candidatar à vaga anunciada no jornal.

- A senhorita trouxe um currículo?

- Sim.

- Tem experiência?

- Sim, tentei resumir e espero que esteja satisfatório o que está no currículo.

- Pois não, ele será analisado e, conforme o resultado, entraremos em contato.

- Muito obrigada.

A segunda situação, uma mulher com camiseta curta - era a melhor que tinha no seu guarda-roupa, baseada no seu "conceito" e na sua "cultura". Cabelo amarrado com elástico e calça por demais apertada para seu corpo mais avantajado.

Atendente - Pois não?

- Eu vim "vê" se dá pra "trabalha" aqui.

- A sra ou srta. trouxe um currículo?

- "Truxe" não moça. "Num" sei "fazê".

- Bem, então deixe um telefone para contato.

- "Tá". Quanto "ceis" tão pagando?

- O salário está no anúncio do jornal...

Moral da história: qual das duas tem mais chances de conquistar a vaga?



Escrito por Tatiana Giulietti às 00h16
[] [envie esta mensagem] []



A Liga - Despejo de moradores

Muito bom o programa "A Liga" deste 5 de julho de 2011. Aparentemente foi um programa honesto com o telespectador. Mostrou a ameaça diária de famílias que podem ser despejadas a qualquer momento no bairro Shangai de Campinas-SP e o despejo de várias famílias que ocupavam um prédio da capital Paulista. Em Campinas, "olheiros" delatavam à polícia como estava o movimento. Não sei se delatavam que ali também estava equipe de TV. Barricada com pneus montada, não aconteceu nada no dia. Em São Paulo, as famílias ficaram dentro da casa com idosos, crianças e mulheres grávidas. Contra eles, diversas viaturas da polícia, batalhão de choque, escudos e armas contra trabalhadores. Eles tiveram que sair do prédio e ficaram na calçada. A polícia mentiu: garantiu, antes de arrombar a porta com chutes, que tinha assistência social ali para eles. Era mentira, comprovada pelos repórteres da "Liga". Com a ajuda da equipe do programa, os moradores tentaram contato com a Secretaria de Habitação durante quase o dia todo. Foi proposto que todos fossem para abrigos. As famílias, se negaram com razão: não queriam se separar de seus filhos, maridos e pais. O Conselho Tutelar "tirariam seus filhos". As mulheres ficariam junto com viciadas, prostitutas, etc. O resultado foi bom, neste último caso. Todos se cadastraram em um programa habitacional da prefeitura e transferidos para locais provisórios. Resta saber se os sem-teto que não têm privilégio de ter uma equipe de TV ao lado teriam o mesmo destino. Mesmo porque, teria de haver programas diários para acompanhar tantos casos de descasos. Bem citado pelo programa: nossa constituição, que afirma ser "direito" da população a habitação, entre outros, e a ONU, que diz ser um direito da humanidade. Em Campinas, as famílias continuam ameaçadas de despejo.



Escrito por Tatiana Giulietti às 23h59
[] [envie esta mensagem] []



Haja fôlego!

Katia Fonseca está todo dia na TV Gazeta, das 14 às 18 horas. Comanda o "Mulheres". Tem coisas interessantes, como o polêmico e atualizadíssimo ginecologista Eliano Pellegrini, que até apareceu várias vezes como um dos cinco "TOP FIVES" do CQC, da Band. Ele fala com sinceridade e parece ser bem aberto às questões da sexualidade feminina e masculina. Segundo ele, "mulher faz amor, homem faz sexo". Como Katia se mostra mais conservadora, apesar dos seus 41 ou 42 aninhos, a conversa/entrevista é muito interessante. Falando em "Mulheres", Mamma Bruscheta não dança mais no início do programa. Muita gente mandava email para receber os "eflúvios" das duas e aguardavam o balanço do "bundão". Mas a mamma ficava visivelmente sem fôlego!



Escrito por Tatiana Giulietti às 15h06
[] [envie esta mensagem] []



Os caras são bons!

Sabem fazer seu trabalho muito bem os integrantes do CQC. Claro que ainda não é o programa ideal, mas creio ser o único na tv que se atreve mais, pelo menos cutucando os políticos e mostrando casos bizarros de burrice no Congresso. Gostei do Taz mostrar a filha homossexual em foto no programa, dizendo que a ama como ela é. "A Liga", também da Band, que passa às terças, também é muito bom. O Rafinha Bastos parece outro no programa.



Escrito por Tatiana Giulietti às 23h14
[] [envie esta mensagem] []



Só mais um blog?

Este blog está sempre em criação. Inicialmente é um espaço para quem sempre quer liberdade de expressão e uma crítica ao que passa na televisão brasileira, sem comprometimento com os comerciais. Educação & Mídia é o nome de um projeto que criei e que desejo colocar em prática novamente, pois creio ser um dos caminhos para uma sociedade melhor. Infelizmente por motivos "poderosos", o projeto foi interrompido em Praia Grande e meus queridos "alunos-repórteres" ficaram "na mão". Mas nunca é tarde. Sou jornalista diplomada, mas não por isso...



Escrito por Tatiana Giulietti às 19h42
[] [envie esta mensagem] []



A TV que a gente vê

Gente, tem muita coisa que define a cultura do nosso país. Mas o conteúdo do que passa na televisão brasileira com certeza é fundamental para também defini-la. Quem assiste Gugu, Sonia Abrao, Malhação e outras "coisas" como essas absorve inconsciente ou conscientemente modos, costumes, atitudes e modas, entre outros. Mas tem coisa boa também, claro. Como estou com muuuuito tempo para assistir tv, a vidiota aqui pretende colocar algumas coisas interessantes que talvez você não viu. Ou para você dizer "graças a Deus não vi". Espero que gostem. Beijinhos.



Escrito por Tatiana Giulietti às 17h51
[] [envie esta mensagem] []




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]